Visitas técnicas no Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano mostram projetos que utilizam biogás para geração de energia

Por admin@aplbomnegocio.com.br 19/08/2019

Os participantes do 2º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, que será realizado de 4 a 6 de setembro, em Chapecó (SC), terão a oportunidade de conhecer in loco projetos de biogás e biometano desenvolvidos em Santa Catarina. O terceiro e último dia do evento, 6 de setembro, será destinado às visitas técnicas.

 

Estão programados dois roteiros. O roteiro 01 terá como destinos a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Industriais (CETRIC), em Chapecó, e a Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia. Na CETRIC, os participantes conhecerão a experiência do aproveitamento do biogás, recuperado do lixiviado do aterro industrial, para a secagem de lodo e geração de energia elétrica. O grupo CETRIC é uma das principais empresas nacionais que atua na coleta, gestão, tratamento e disposição final de resíduos industriais

Em outra unidade a ser visitada nesse roteiro, o BIOGÁSFORT  - Unidade de produção de biometano, localizado na Embrapa Suínos e Aves de Concórdia, será demonstrada a rota tecnológica e a oportunidade de uso do biogás como matéria-prima para produzir combustível veicular: o biometano. Os visitantes conhecerão o sistema de tratamento de dejetos dos suínos, provenientes das granjas experimentais da Embrapa Suínos e Aves. O biogás gerado no tratamento dos dejetos é destinado à unidade BIOGÁSFORT, planta piloto na qual o biogás é purificado e convertido em biometano sob alta pressão para uso veicular.

Neste processo, durante a purificação do biogás, a dessulfurização ocorre por biofiltro desenvolvido por pesquisadores da Embrapa, que utiliza o próprio dejeto tratado no processo. Já a conversão em biometano é efetuada por uma planta compacta da Janus&Pergher.  O biogás pode ser utilizado tanto para aquecimento em caldeiras como para geração de energia elétrica, ou também favorece a purificação posterior no caso do biometano para uso veicular. Ainda na Embrapa em Concórdia, os participantes da visita técnica terão a oportunidade de conhecer outras instalações da instituição, como a planta de compostagem mecanizada e o Laboratório de Estudos em Biogás.

No roteiro 02 será visitado o Sistema de Tratamento de Efluentes da Suinocultura (SISTRATES) na Granja São Roque do Grupo Master, em Videira (SC). O projeto apresenta uma alternativa de geração de energia elétrica a partir do biogás conciliada ao tratamento de efluentes para atender padrões de lançamento conforme a resolução CONAMA 430.  A planta é projetada para tratamento dos dejetos de 5000 matrizes, o que representa cerca de 200 m3 de efluente tratados diariamente. O módulo de produção de biogás contempla tanto biodigestores tipo lagoa coberta (que trata a porção líquida dos dejetos) quanto biodigestor agitado e aquecido (que trata a fração sólida). A unidade conta com sistema de monitoramento remoto da qualidade do biogás e dessulfurização biológica por sistema Awidesulf da Awite Bioenergia.

A visita técnica desse roteiro também contempla um momento de descontração na Cervejaria Bierbaum, no município de Treze Tílias, onde os participantes poderão conhecer sobre o processo de produção e degustar as cervejas artesanais.

Inscrições

Os dois roteiros de visitas técnicas têm vagas limitadas. As visitas são exclusivas para os participantes inscritos no Fórum nos dias 4 e 5 de setembro. O investimento para o roteiro 1 é de R$ 130,00 e para o roteiro 2 é de R$ 150,00.

A inscrição deve ser feita no site do evento. http://www.biogasebiometano.com.br/inscricao

 

Programação do Fórum

Além das visitas técnicas, integram a programação do Fórum painéis, debates e apresentação de cases, possibilitando a discussão sobre políticas públicas, inovação, tecnologias, processos e panorama setorial de oportunidades. O Fórum também contará com o Espaço Biogás de Negócios, um ambiente para que empresas e entidades possam divulgar produtos e serviços, ampliar networking, firmar parcerias e realizar negócios.

 

Para saber mais

O que é biogás

É uma mistura de gases composta principalmente por metano e dióxido de carbono, obtida normalmente através do tratamento de resíduos domésticos, agropecuários e industriais, por meio de processo de biodegradação anaeróbia, ou seja, na ausência de oxigênio. O biogás pode ser aplicado na geração de energia elétrica e energia térmica e na produção de biometano, um biocombustível similar ao gás natural. Durante o processo, também há produção de biofertilizante.

 

Quem pode produzir biogás

Propriedades rurais, aterros sanitários e indústrias relacionadas à agropecuária. Também é possível produzir biogás com esgoto e resíduos de alimentos (domésticos, comerciais e industriais).

Veja a programação completa do Fórum http://www.biogasebiometano.com.br/programacao

 

Realização do Fórum

A realização do 2º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano é do Arranjo Produtivo Local Metalmecânico e Automotivo da Serra Gaúcha (APL MMeA), do Centro Internacional de Energias Renováveis–Biogás (CIBiogás), do Instituto SENAI de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia (IST PGE), da Embrapa Suínos e Aves e da Universidade de Caxias do Sul (UCS)/TecnoUCS. A correalização é da Unochapecó/Parque Científico e Tecnológico Chapecó@.

O evento tem patrocínio Ouro da FAPESC, patrocínio Prata do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e patrocínio Bronze do Grupo Cetric, CHP Brasil, Janus & Pergher, e Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS).

O apoio é da Associação Brasileira do Biogás (ABiogás), Governo do RS por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura, Fiesc, Fiergs, Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina, Sistema Ocergs Sescoop/RS, Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera), Low Carbon Business Action Brazil, Unido, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Chapecó e Região Convention& Visitors Bureau, Prefeitura de Chapecó e Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (ABREN), Associação Comercial Industrial Chapecó (ACIC),  Federação Nacional de Engenharia Mecânica e Industrial (Fenemi) e Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

 

Foto1 - Unidade de produção de biometano na Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia (SC). 

Crédito da foto: Marina Schmitt